Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Pesquisar

 


IndieLisboa: Filmes latino-americanos dominam palmarés

por Roni Nunes, Domingo, 14.05.17

ARTIGO ORIGINALMENTE POSTADO EM SAPO MAG (http://mag.sapo.pt/cinema/atualidade-cinema/artigos/indielisboa-filmes-latino-americanos-dominam-palmares?artigo-completo=sim)

IndieLisboa: Filmes latino-americanos dominam palmarés POR Roni Nunes

"Viejo Calavera" foi o grande vencedor da edição de 2017 do Festival IndieLisboa.

 

Da praticamente “inexistente” cinematografia boliviana saiu o grande vencedor da edição de 2017 do IndieLisboa: “Viejo Calavera”, de Kiro Russo.

 

O vencedor do Grande Prémio de Longa-Metragem Cidade de Lisboa narra a história de Elder, um pequeno criminoso alcoólico que é obrigado a voltar para a sua terra no interior da Bolívia e, entre lamas e montanhas gélidas, acaba por ir parar ao duro trabalho das minas – onde continua a meter-se em problemas. Como pano de fundo está a própria atividade, tanto mais que uma associação de mineiros está entre os financiadores do projeto.

 

Esta é a primeira longa de Kiro Russo e já obteve prémios em Locarno e noutros festivais da América do Sul. O realizador, que aprendeu cinema na Argentina, já tinha participado no IndieLisboa em competições de curta-metragem.

 

Já o brasileiro “Arábia”, de Affonso Uchôa e João Dumans, ficou com o Prémio Especial do Júri.

 

O tema é o das migrações internas dentro do Brasil, narrando, em registo muito próximo à docuficção, a história de um andarilho. Os diferentes locais por onde passa servem para mostrar a precariedade do mercado de trabalho e a falência dos sindicatos.

 

Na Competição Nacional, saída de um grupo de seis obras, a escolha recaiu sobre “Encontro Silencioso”, de Miguel Clara Vasconcelos.

 

Confira abaixo a lista dos premiados em todas as categorias.

 

PALMARÉS INDIELISBOA 2017

Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa: "Viejo Calavera", de Kiro Russo (Bolívia, Qatar)

Prémio Especial do Júri: "Arábia", de Affonso Uchôa e João Dumans (Brasil)

Grande Prémio de Curta Metragem: "Wiesi/Close Ties", de Zofia Kowalewska (Polónia)

Melhor Animação – Curta Metragem: "489 Years", de Hayoun Kwon (França)

Melhor Documentário – Curta Metragem: "The Hollow Coin", de Frank Heath (EUA)

Melhor Ficção – Curta Metragem: "Le film de l’été", de Emmanuel Marre (França, Bélgica)

Prémio para Melhor Longa Metragem Portuguesa: "Encontro Silencioso", de Miguel Clara Vasconcelos

Prémio para Melhor Curta Metragem Portuguesa: "Miragem Meus Putos", de Diogo Baldaia

Prémio Novo Talento Curta Metragem: "Flores", de Jorge Jácome

Prémio para Melhor Filme da Secção Novíssimos: "Os Corpos que Pensam", de Catherine Boutaud (França, Portugal)

Prémio Indiemusic: "Tony Conrad: Completely in the Present", de Tyler Hubby (EUA, Reino Unido)

Prémio Árvore da Vida: "Antão, o Invisível", de Maya Kosa, Sérgio da Costa (Suíça, Portugal) e "Num Globo de Neve", de André Gil Mata (Portugal)

Prémio Amnistia Internacional: "Find Fix Finish", de Mila Zhluktenko e Sylvain Cruiziat (Alemanha)

Prémio Universidades: "El mar la mar", de Joshua Bonnetta e J.P. Sniadecki (EUA)

Prémio Escolas: "Le fol espoir/Wild Hope", de Audrey Bauduin (França)

Prémio do Público Longa Metragem: "Venus", de Lea Glob e Mette Carla Albrechtsen (Dinamarca, Noruega)

Prémio do Público Curta Metragem: "Scris/Nescris", de Adrian Silisteanu (Roménia)

Prémio do Público IndieJúnior Escolas: "Bichinhos do Lixo/Litterbugs", de Peter Staney-Ward (Reino Unido)

Prémio do Público IndieJúnior Famílias: "O Trenó/The Sled", de Olesya Shchukina (Rússia)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Roni Nunes às 02:05


Comentários recentes

  • Cleber Nunes

    Sem dúvida é um filme que me despertou interesse ...



Posts mais comentados